• Zênia Guedes

Vida minimalista em 2017


A reflexão de hoje é sobre minimalismo, amiga. Minimalismo diz respeito a

"ter menos coisas e aproveitar a liberdade de ter menos, acreditando que o menos significa mais felicidade, contentamento e alegria."

Pois bem, antes da passagem de ano em 2016, resolvi arrumar meu guarda-roupa. Percebi que havia muita coisa. Então, decidi adotar alguns hábitos minimalistas em 2017. Uma das minhas metas 2017, no post aqui, é planejar e organizar minhas finanças e escrevi o seguinte trecho:

"Para poupar mais, em 2017 não comprarei uma peça de roupa, acessório, calçado ou bolsa. No fim de ano passado, constatei que não haveria necessidade de aquisição deles neste ano, pois tenho o suficiente. Usarei mais a criatividade na combinação das peças. Claro que se um(a) filho(a) de Deus me presentear, não recusarei. haha"

De fato, a meta tem sido cumprida, com louvor. Obrigada, Deus!

Diante do cumprimento dessa meta, não poderia imaginar que ter outras atitudes. Mês passado, vendi meu carro. Sim, amiga! Depois de cinco anos, desfiz desse patrimônio por dois motivos: primeiro, porque minha irmã precisava de um carro para se locomover ao trabalho e a escola da minha sobrinha. Segundo, percebi que a manutenção do carro para minhas necessidades atuais do dia a dia estava além do que era, de fato, necessário (impostos, seguro, manutenção, entre outros).

Atualmente, vou ao trabalho de ônibus. Quando vou encontrar uma amiga ou vou à academia, pego o carro do papis emprestado. Quando não é possível uma das opções anteriores, vou de Uber, pronto.

Para a maioria das pessoas, o minimalismo pode ser uma ideia bacana, mas difícil é pôr-lo em prática. Minhas sugestões às atitudes minimalistas adotadas neste ano são:

1) Antes de comprar algo, avalio a utilidade do produto ou é apenas satisfação momentânea ou emocional (período da TPM nos deixa mais sensível a cometer loucuras, haha);

2) Observo meu guarda-roupa mensalmente e classifico objetos que uso com frequência ou não e decido doá-los;

3) Ao passar em frente às lojas, não olho as vitrines e não acompanho os amigos que estejam interessados em comprar algo para não despertar o consumismo e não ser induzida por eles. Quem nunca foi pego pelo laço, seduzido pelo amigo a comprar algum objeto, hein?! Minha irmã é ótima nisso. Rs!

Enfim, amiga. Estou muito feliz com os hábitos minimalistas adotados em 2017. A crise econômica e a instabilidade de emprego pesaram bastante nessa decisão. Por isso, adotei estilo de vida simples, agradável e mais leve. Priorizo os momentos como o café da tarde com as amigas e irmã, mesmo em casa. Momentos assim não tem preço.

Joshua Becker já dizia: “Tenha menos coisas. Aproveite a liberdade. É tão simples quanto isso”.

Beijos!

Fotos: Refresher

#reflexão

© Copyright  Isso Que é Amiga 2017-2020. Powered by Wix.com!

Brasil | Distrito Federal | Brasília